Menu Ouça ao vivo

Fechar

  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Vista Alegre registra maior índice do Estado na votação da Consulta Popular

    A Consulta Popular 2018 teve recorde de votação. A Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG) computou 795 mil votos durante os quatro dias, o maior número registrado em quatro anos. Ao todo, foram escolhidos 111 projetos, todos previamente definidos em assembleias, como prioritários pela população nas 28 regiões dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes), que representam os 497 municípios do Estado. As informações foram divulgadas nesta terça-feira, 3 de julho, em Porto Alegre na presença do governador José Ivo Sartori. A vice-presidente do Conselho Regional de Desenvolvimento do Médio Alto Uruguai (Codemau), Marcia Faccin participou da solenidade. ÍNDICES O Corede Médio Alto Uruguai teve o segundo maior índice de votação. Foram computados na região 39.620 votos, ou seja, 33,81% do total de eleitores da região. O maior percentual de votantes foi registrado no Corede Rio da Várzea, onde 34.413 eleitores votaram e o índice chegou a 34,93%. Entre os municípios com maior número de votantes com relação ao número de eleitores, Vista Alegre ficou na primeira posição em todo o território gaúcho. O município teve 2.191 votantes, o que representa 90% do total de eleitores. Palmitinho ficou em quarto lugar no Estado, com 4.679 votantes e índice de 83% e Taquaruçu do Sul ficou na quinta posição com 2.125 votos e índice de 82%. Em relação aos votos, o município que teve o maior número foi Ijuí, com 9.875 votantes. RECURSOS E PRIORIDADES Para 2018, o Governo do Estado definiu verbas de R$ 80 milhões para os projetos, valor 33% superior ao que foi distribuído em 2017 (R$ 60 milhões). A área que recebeu mais votos da população foi a Segurança Pública, com projetos que tem como foco o reaparelhamento dos órgãos da segurança e cercamento eletrônico, resultando em mais de R$ 26 milhões. Outra área com muitos votos foi a Saúde, com projetos que visam à ampliação, reforma, e aquisição de equipamentos para estabelecimentos de saúde vinculados ao SUS, assim como a qualificação da Saúde da Família (aquisição de veículos), se somados, as verbas ultrapassam R$ 25 milhões. Jornalismo Grupo Chiru

    Jornalismo Grupo Chiru