Menu Ouça ao vivo

Fechar

  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Governador convoca equipes para discutir providências em relação à estiagem

    Nova reunião na sexta-feira, 10 de janeiro, vai avaliar situação no Estado

    O governador Eduardo Leite se reuniu na terça-feira, 7 de janeiro, com o chefe da Defesa Civil, coronel Julio Cesar Rocha Lopes, para pedir que o Estado agilize a homologação dos decretos de emergência dos municípios atingidos pela estiagem assim que os processos sejam recebidos pelo órgão estadual.

    Leite também convocou para a próxima sexta-feira, 10 de janeiro, às 16 horas, uma reunião com vários órgãos do governo para avaliar a questão da seca e projetar ações.

    Atento às consequências da falta de chuvas consideráveis em diferentes regiões do RS, o governador solicitou, no começo da semana, relatórios às equipes da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), da Emater, da Defesa Civil e da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), as quais estarão representadas na reunião no Palácio Piratini.

    - Estamos analisando alguns relatórios já recebidos e aguardamos a conclusão de outros dados para reunir todas as pastas envolvidas nesta semana e avaliarmos novas providências -, disse Leite.

    A estiagem é considerada a mais severa dos últimos sete anos. Até o momento, nove municípios informaram à Defesa Civil que decretaram situação de emergência: Chuvisca, Camaquã e Cerro Grande do Sul (na região Sul), Pantano Grande, Sinimbu e Venâncio Aires (na região do Vale do Rio Pardo), Boqueirão do Leão (na região do Vale do Taquari), Maquiné (no Litoral Norte) e Mariana Pimentel (na região Centro-Sul), caso mais recente.

    AUXÍLIO AOS MUNICÍPIOS

    Segundo o coordenador da Defesa Civil, as equipes do órgão, da Sema e da Emater já atuam há cerca de duas semanas no suporte aos municípios e às comunidades que solicitaram auxílio. Foram distribuídos reservatórios móveis para as comunidades mais afetadas pela falta de chuva.

    No total, 20 municípios receberam o empréstimo de 32 unidades de reservatório móvel de água. Os reservatórios móveis, com capacidade de 4,5 mil litros, são utilizados para o abastecimento de moradores em bairros e áreas rurais.

    A Seapdr segue trabalhando na construção de microaçudes e na perfuração de poços artesianos. As ações foram iniciadas antes do verão de forma preventiva, e estão sendo intensificadas. Ao todo, serão 2,7 mil microaçudes e pelo menos 70 poços artesianos, somados os que estão em execução e os previstos para 2020.

    No início desta semana, a Seapdr criou um grupo para acompanhar os efeitos da estiagem no Rio Grande do Sul. O secretário da Agricultura em exercício, Luiz Fernando Rodrigues Júnior, solicitou que a Emater fizesse, ao longo dessa semana, um acompanhamento mais aprofundado da situação da safra do milho e da soja.

    Segundo Rodrigues o diagnóstico deve garantir uma visão mais ampla do cenário, que também traz impactos na produção de carne e leite. 

    * Fonte: Governo RS

    SAIBA MAIS

    Agricultura cria grupo para acompanhar efeitos da estiagem no RS

    Jornalismo Grupo Chiru